Blog

Pesquisar
Close this search box.

Como expandir meus negócios para outros países?

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

Sumário

Sonha com a expansão empresarial para outros países e já começou a se planejar? Nós sabemos bem que essa é uma ambição relativamente comum quando as empresas alcançam certo nível de reconhecimento no seu mercado atual. 

Porém, expandir a operação para outro país envolve muitos riscos e desafios a serem superados, como a adaptação a um novo mercado, a concorrência local, o cumprimento de leis e regulamentos diferentes, etc. Também pode ser um processo complexo por exigir uma análise cuidadosa de fatores como cultura local e fornecedores, especialmente, logística. 

No entanto, a expansão internacional pode trazer muitos benefícios, como o aumento da receita, a diversificação de clientes e a expansão da marca. Neste post, vamos explorar o tema para ajudar empreendedores que, assim como você, querem expandir seus negócios e alcançar o sucesso internacional. Continue lendo e confira! 

Por que expandir para outros países?

A expansão pode ser uma das estratégias mais eficazes para empresas que desejam crescer e se manter competitivas em um mercado globalizado. Um estudo recente da consultoria McKinsey & Company aponta que empresas que se internacionalizam têm um crescimento anual médio de vendas de 7,6%, enquanto as empresas que ficam restritas ao mercado local têm um crescimento de apenas 1,9%. 

De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), empresas brasileiras que se internacionalizam tendem a ter uma rentabilidade maior em relação às empresas que atuam apenas no mercado interno. A internacionalização pode trazer diversos benefícios que são também os grandes motivadores para iniciar um projeto como esse, tais como:

  • Acesso a novos mercados: expandir significa ter acesso a um novo público consumidor, o que pode ser especialmente importante em um mercado saturado ou em declínio no país de origem da empresa. 
  • Diversificação de receita: pode ser fator determinante para a expansão e é especialmente relevante em um mercado volátil ou em que há flutuações sazonais.
  • Aproveitamento de vantagens competitivas: internacionalizar os negócios abre a possibilidade de aproveitar vantagens como mão de obra mais barata, recursos naturais ou tecnologias inovadoras disponíveis em outros países.
  • Aprendizado e crescimento: expandir pode trazer novos desafios e oportunidades de aprendizado para a empresa e seus colaboradores, além de promover o desenvolvimento de habilidades como a adaptabilidade e a resolução de problemas em contextos internacionais. Outro benefício da internacionalização é a possibilidade de acesso a novas tecnologias, conhecimentos e práticas de negócios, o que pode trazer inovações para todos os setores do negócio. 

Mas como iniciar o processo de expansão do meu negócio para outros países?

  1. Definição de objetivos e estratégia: 

É preciso definir claramente os motivos que levam a empresa a expandir para o exterior, como aumento de vendas e lucros, redução de custos, diversificação de riscos, entre outros. Também são objetivos relevantes a serem alcançados, como participação de mercado, posicionamento estratégico, aquisição de conhecimento, etc. 

Uma boa pesquisa de mercado é fundamental para identificar quais países e regiões têm demanda para o seu produto ou serviço. É importante também avaliar aspectos como cultura, hábitos de consumo, concorrência, legislação e regulamentações locais. 

Com base na pesquisa de mercado, é preciso definir uma estratégia de internacionalização que leve em conta objetivos, recursos disponíveis e riscos envolvidos. A estratégia pode incluir a escolha de parceiros locais, aquisições de empresas já estabelecidas no mercado-alvo ou a criação de uma nova unidade de negócios no exterior.

  1. Escolha do(s) mercado(s)-alvo e dos canais de distribuição: 

A empresa precisa selecionar os países ou regiões onde pretende ingressar. Essa é a fase de analisar variáveis como potencial de crescimento, facilidade de entrada, riscos políticos e econômicos, infraestrutura logística, entre outros fatores.

É fundamental adaptar o produto ou serviço para atender às necessidades e preferências dos consumidores locais. Isso pode incluir mudanças na embalagem, design, funcionalidades ou preços.

Canais de distribuição eficientes são determinantes para alcançar os clientes locais e para ter sucesso na expansão. Isso pode incluir a criação de parcerias com distribuidores locais, a abertura de lojas físicas ou o estabelecimento de uma presença online.

  1. Definição de estrutura organizacional e planejamento financeiro: 

A internacionalização pode exigir mudanças na estrutura organizacional da empresa, como a criação de uma equipe dedicada à gestão das operações internacionais e a contratação de profissionais com conhecimento local.

Por fim, deve-se organizar a estrutura necessária para a operação internacional, desde exportação e logística até subsidiária completa. Aqui entram marketing, finanças, jurídico, recursos humanos, entre outras áreas.

A internacionalização pode exigir investimentos significativos em termos de recursos financeiros, como a contratação de consultores ou aquisição de ativos. É importante realizar um planejamento financeiro detalhado para garantir que a empresa tenha recursos suficientes para sustentar o processo de internacionalização.

  1. Execução e monitoramento: 

Após a implementação da estratégia de internacionalização, é fundamental monitorar os resultados e fazer ajustes conforme necessário. Isso pode incluir a realização de pesquisas de mercado periódicas, monitoramento da concorrência e avaliação da eficácia dos canais de distribuição.

É importante definir métricas de desempenho e estabelecer metas claras para a expansão internacional. A empresa também pode utilizar ferramentas de análise de dados e contratar consultorias especializadas para ajudar nesse processo. É importante destacar que o monitoramento e análise dos resultados devem ser realizados de forma contínua, permitindo à empresa ajustar sua estratégia conforme necessário e maximizar o retorno sobre o investimento na expansão internacional.

Um dos grandes desafios a ser superado no processo de expansão é a questão cambial. Adaptar-se ao novo mercado e a compreensão da lei local exige uma avaliação cuidadosa. Nesse momento um suporte especializado é tudo que você precisa. Conte com o Sebrae! Fale agora com um de nossos especialistas clicando AQUI e conheça nossas consultorias personalizada.

Compartilhe

Sobre o autor

Ana Débora

Ana Débora

Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, especialista em Gestão de Pessoas e Marketing. Atua na Unidade de Soluções e Relacionamento e é gestora das Mídias Sociais do Sebrae/RN.

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.