Blog

Pesquisar
Close this search box.

Automação na agricultura: o que é e como implementar

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

Sumário

Nos últimos anos, a automação na agricultura tem crescido significativamente. De acordo com um relatório divulgado pela Brandessence Market Research, o mercado de robôs agrícolas deve atingir US$ 26.679,4 milhões até 2027, impulsionado pelo aumento da demanda por alimentos e a necessidade de aumentar a produtividade e eficiência na produção agrícola.

Os avanços na tecnologia também têm permitido que a automação na agricultura seja cada vez mais acessível para produtores rurais de todos os portes. Sensores conectados à internet, por exemplo, podem ser instalados em pequenas áreas de plantio, permitindo que o produtor monitore a umidade e a temperatura do solo em tempo real e faça ajustes de irrigação de forma mais precisa. 

Já as grandes fazendas têm investido em máquinas agrícolas autônomas, que podem realizar tarefas como plantio e colheita de forma mais eficiente e com menos mão de obra.

Diante desse cenário, é cada vez mais importante que os produtores rurais estejam atualizados sobre as tecnologias disponíveis e como elas podem ser aplicadas em suas propriedades.

A automação na agricultura pode trazer diversos benefícios para o setor, incluindo a redução de custos, a melhoria da qualidade dos produtos e o aumento da produtividade. Vamos ver agora como implementar a automação na prática! Continue lendo e confira.

O que é automação? E como o conceito se aplica na agricultura?

A automação é definida como o uso de tecnologia para realizar tarefas com o mínimo de intervenção humana necessária. Embora possa ser aplicada em qualquer setor que envolva tarefas repetitivas, é mais comum em setores como manufatura, robótica, automotivo e tecnologia. 

Na área de tecnologia, a automação é frequentemente utilizada em sistemas de TI e software de tomada de decisão de negócios, permitindo que as empresas executem tarefas complexas de forma mais rápida e eficiente.

A automação na agricultura é representada a partir do uso de tecnologias para automatizar processos de produção, desde a plantação até a colheita. Isso inclui o uso de recursos como drones, sensores, sistemas de irrigação, entre outros dispositivos que automatizam tarefas antes realizadas manualmente.

Por que implementar automação na agricultura?

A implementação da automação na agricultura pode trazer muitos benefícios para os produtores rurais, auxiliando nos diversos desafios da atualidade. Com a automação, é possível utilizar os recursos naturais de forma mais inteligente e reduzir o impacto ambiental da produção agrícola. 

Ao mesmo tempo em que se aumenta a produtividade e promove a segurança alimentar, a automação torna a produção agrícola mais eficiente, produtiva e sustentável. 

Alguns dos principais ganhos são:

  • Redução de custos: a automação permite que muitas tarefas sejam realizadas de forma mais eficiente e com menos mão de obra, o que reduz os custos de produção.
  • Aumento da produtividade: com a automação, é possível aumentar a produtividade da lavoura, reduzindo o tempo necessário para a realização de tarefas.
  • Melhoria da qualidade dos produtos: a automação pode ajudar a melhorar a qualidade dos produtos, garantindo que as plantações recebam os nutrientes necessários e que sejam colhidos no momento certo.
  • Maior precisão: sensores e drones podem ser usados para monitorar a plantação e identificar problemas com mais precisão, permitindo que o produtor tome medidas corretivas mais rapidamente.
  • Mais segurança para o trabalhador: a automação pode reduzir o risco de acidentes com trabalhadores, especialmente em atividades que antes eram realizadas manualmente.

Como implementar a automação na agricultura?

A implementação da automação na agricultura pode ser feita de diversas formas, dependendo das necessidades e do orçamento do produtor rural. Descrevemos a seguir algumas das tecnologias mais comuns para começar a implementar:

Sistemas de irrigação automatizados

Os sistemas de irrigação automatizados são amplamente utilizados na agricultura para fornecer água às plantas de forma precisa e eficiente. Essas tecnologias visam garantir o desenvolvimento saudável das plantas, aumentando a produtividade da lavoura e evitando o desperdício de água e recursos. 

Alguns sistemas contam com sensores que monitoram a umidade do solo e a temperatura, permitindo ajustes automáticos na quantidade de água fornecida. Além disso, eles podem ser integrados a outras tecnologias de automação agrícola, como drones e softwares de gerenciamento, oferecendo uma gestão ainda mais eficiente e precisa da irrigação.

Drones

Os drones são uma das tecnologias mais promissoras na automação da agricultura. Eles são muito úteis para monitorar a plantação, identificar problemas e coletar informações sobre o clima e o solo de forma rápida e precisa.

Com a ajuda de câmeras de alta resolução e sensores, os drones podem fornecer imagens detalhadas da lavoura, permitindo que o produtor identifique problemas como pragas, doenças, falhas na irrigação e problemas de drenagem. Além disso, os drones também podem ser usados para coletar informações sobre o clima e o solo, permitindo que o produtor tome decisões informadas sobre a gestão da lavoura.

É importante ressaltar que a utilização de drones na agricultura requer uma regulamentação específica para garantir a segurança das operações e a privacidade dos produtores e trabalhadores rurais. 

Sensores

Os sensores são dispositivos que podem ser instalados na lavoura para monitorar diversos parâmetros importantes, como a qualidade do solo, a umidade, a temperatura e a concentração de nutrientes. Esses sensores podem ser usados em conjunto com outros sistemas de automação na agricultura para criar um sistema integrado de monitoramento e gestão da lavoura.

Com a ajuda dos sensores, o produtor pode monitorar a umidade do solo em tempo real e ajustar a irrigação para fornecer a quantidade adequada de água para as plantas. Isso ajuda a evitar o desperdício de água e a reduzir os custos de produção.

Além disso, os sensores também podem ser usados para monitorar a temperatura do solo, permitindo que o produtor tome medidas para proteger as plantas em caso de temperaturas extremas.

Máquinas Agrícolas Autônomas

São projetadas para realizar tarefas como plantio, colheita e pulverização de forma autônoma, sem a necessidade de operadores humanos. Isso ajuda a reduzir a mão de obra necessária para a produção agrícola e a aumentar a eficiência e a produtividade da lavoura.

As máquinas agrícolas autônomas são equipadas com sensores e sistemas de navegação que permitem que elas se movimentem pela lavoura de forma precisa e segura. Elas também podem ser programadas para realizar tarefas de acordo com as necessidades da lavoura, levando em consideração fatores como o tipo de solo, a umidade e a temperatura.

É importante ressaltar que a utilização de máquinas agrícolas autônomas na agricultura requer um investimento significativo em tecnologia e infraestrutura, além de treinamento especializado para operação e manutenção das máquinas. 

Softwares de gerenciamento

Os softwares de gerenciamento são ferramentas que ajudam o produtor a monitorar e gerenciar diversos aspectos da produção agrícola, como clima, solo, irrigação, adubação, pragas e doenças. Eles permitem que o produtor tome decisões informadas sobre o manejo da lavoura, além de otimizar o uso de recursos, reduzir o desperdício e aumentar a eficiência da produção. 

Os softwares de gerenciamento podem ser integrados a outras tecnologias, como sensores, drones e máquinas agrícolas autônomas, criando um sistema integrado de monitoramento e gestão da lavoura. 

A implementação de um software de gerenciamento, assim como muitos dos recursos de automação, podem demandar suporte especializado, mas pode trazer benefícios importantes para a produtividade, eficiência e rentabilidade da produção agrícola. 

Por isso, se você atua no setor agropecuário e sonha em implementar automação na sua produção, não pode deixar de conferir o que o Sebrae preparou para te ajudar a se destacar no mercado!

Reunimos aqui os melhores ebooks, consultorias, cursos online, entre outros assuntos para ajudar você a desenvolver seu negócio de forma sustentável.

Além da nossa Unidade específica para atender demandas do AGRO, contamos com consultorias tecnológicas (Sebraetec) que oferecem suporte para tornar sua empresa mais competitiva.

Para saber mais confira AQUI todas as nossas iniciativas exclusivas para o agronegócio. Você também pode solicitar atendimento comparecendo ao Sebrae mais próximo ou entrar em contato com nossos especialistas direto pelo Whatsapp. Será um prazer te atender!

Compartilhe

Sobre o autor

Ana Débora

Ana Débora

Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, especialista em Gestão de Pessoas e Marketing. Atua na Unidade de Soluções e Relacionamento e é gestora das Mídias Sociais do Sebrae/RN.

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.