Blog

Pesquisar
Close this search box.

Quais as principais tecnologias agrícolas disponíveis atualmente no mercado?

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

Sumário

A agricultura já é muito diferente daquela praticada há alguns anos. Muitos agricultores já fazem uso de tecnologias avançadas para aumentar a qualidade e reduzir custos de produção. As tecnologias agrícolas têm, de fato, revolucionado o setor nos últimos anos, permitindo um melhor rendimento dos cultivos e consequentemente um melhor resultado para os produtores e outros envolvidos na cadeia. 

Com estimativas de que até 2050 teremos quase 10Bi de pessoas no mundo, todo e qualquer recurso para impulsionar e atender essa demanda é crucial. O Relatório de Recursos Mundiais: Criando um Futuro Sustentável para a Alimentação aponta que o aumento da produtividade no setor é fundamental para salvar as florestas e reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Além disso, recomenda ampliar o trabalho na redução do desperdício de alimentos e resíduos, diminuindo o excesso de demanda para produtos de origem animal, e outras medidas de “clima inteligente”.

Para obter os melhores resultados dentro desse cenário desafiador, empreendedores e produtores precisam observar de perto as tendências e pilares da chamada por muitos de ‘agricultura 4.0’. Esta nova agricultura que está em constante evolução, utiliza tecnologias como a internet das coisas (IoT), Big Data, Inteligência Artificial e Robótica para acelerar, estender e aumentar a eficiência dos processos agrícolas.

Nesse contexto, para te ajudar a conquistar o máximo rendimento agrícola, separamos a seguir algumas das principais tecnologias disponíveis no mercado. Continue lendo e confira!

O futuro: Agricultura Inteligente (smart farming)

O chamado smart farming ou “Agricultura Inteligente” refere-se ao conceito de gestão que está unindo a agricultura às novas tecnologias, como big data, cloud computing, machine learning e inteligência artificial, além de internet das coisas (IoT). 

Essas tecnologias são usadas para facilitar o monitoramento, a automação e a análise de operações agrícolas. Os sensores podem informar dados de umidade e temperatura do solo, assim como as condições meteorológicas. Além disso, ampliar a capacidade e inteligência na coleta de dados de rendimento de cultura, fertilizantes, maquinário e até de saúde animal, ajudam a fornecer dados precisos e capazes de ajudar os agricultores na avaliação e atuação com muito mais embasamento. 

Além disso, a agricultura inteligente também permite o gerenciamento cuidadoso da previsão de demanda e entrega de mercadorias ao mercado exatamente na hora certa para reduzir o desperdício. Satélites e drones também estão sendo usados ​​para coletar dados o dia todo, o que permite que os agricultores tomem decisões inteligentes e eficientes. Portanto, a agricultura inteligente e as novas tecnologias agrícolas se conectam para maior precisão e automação de processos, que ajudam os agricultores a tomar decisões melhores e mais eficientes.

  •  Robótica

Robôs que auxiliam na identificação se uma planta contém pragas indesejadas? Parece uma possibilidade tirada de filme de ficção científica, não é mesmo? Graças aos avanços em machine learning e novas tecnologias de Inteligência Artificial, aplicações de robótica dessa natureza no setor agrícola já são uma realidade.

A robótica do futuro e as novas tecnologias, como essa de detecção, serão fundamentais para resolver antigos problemas, tornando a produção agrícola mais eficiente e sustentável. Os robôs podem contribuir para a realização de tarefas de maneira mais precisa e rápida, como o monitoramento e a identificação de pragas e doenças, o manejo do solo, o plantio, a colheita e a distribuição de sementes. Além disso, também podem ajudar na redução de custos, pois podem executar tarefas repetitivas, sem fatigue e em qualquer condição climática.

  • Drones e VANTS

Grandes responsáveis pela virada do jogo na aplicação de tecnologias agrícolas, especialmente a partir da adoção do sensoriamento remoto no agro. Imagens de sensoriamento remoto obtidas por meio de drones e Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) trazem benefícios como dados sobre o estado da cultura em crescimento naquele momento.

No futuro os agricultores poderão acompanhar grandes áreas de cultivo em questão de minutos, economizando tempo e custos valiosos. Na mesma medida, os dispositivos poderão aprimorar as informações sobre a propriedade por meio da coleta e assimilação de milhões de pontos de dados.

  • Máquinas agrícolas autônomas 

Já estamos vivendo a era da automação e é por meio das novas tecnologias que os agricultores poderão, em um futuro próximo, operar uma variedade de equipamentos simultaneamente e com o mínimo de ação humana direta. O uso de controles de GPS emparelhado e sensores cada vez mais precisos, a implantação de máquinas agrícolas inteligentes e autônomas prometem mais eficiência e precisão nos processos.

  • Etiqueta RFID (Tags RFID)

A etiqueta RFID (Identificação por Radiofrequência) é um dispositivo inteligente de pequeno tamanho que armazena dados e transmite-os através de sinais de radiofrequência. Estas etiquetas também são conhecidas também como Smart Label, e utilizam ondas de rádio para capturar informações dos produtos etiquetados e as suas características de forma invisível e a vários metros de distância.

O RFID oferece vantagens significativas sobre o código de barras, pois pode ser reprogramado para armazenar até 2 KB de dados. Estes dados podem incluir a localização, bem como a data e hora da colheita ou determinada etapa. Além disso, produtos com etiquetas RFID permitirão que os clientes obtenham informações acerca da origem do produto, o que levará a maior confiabilidade.

  • Agricultura de Precisão (Crop Monitoring)

A Agricultura de Precisão é uma técnica que visa a monitoração em tempo real da fertilidade do solo. O processo envolve o uso de sensores, drones, satélites e tratores para coletar e gerenciar dados, permitindo aos agricultores monitorar e analisar os nutrientes, ração, folhas e pragas de maneira eficiente e econômica. 

Com esta tecnologia, os agricultores podem ter acesso a dados importantes, permitindo-lhes ter controle total sobre os macro e micronutrientes do solo, salinidade, teor de carbono e outros insumos necessários para a produção. Os resultados são dados precisos e em tempo real, permitindo ao agricultor ter total controle sobre os processos.

A evolução do agro 4.0 nas atividades agropecuárias é fundamental para o crescimento socioeconômico significativo no campo, abrindo um novo mundo para muitos produtores rurais, ao facilitar o acesso a previsões de safra e de clima, informações de mercado, inovações técnicas e gerenciais, boas práticas, assistência e capacitação e muitos outros benefícios que estarão, literalmente, na palma da mão.

A adoção de tecnologias inovadoras pode trazer muitos benefícios para o agronegócio, desde a redução de custos até o aumento da produtividade e da qualidade dos produtos. E se você precisa de ajuda para implementar essas tecnologias na sua empresa, o Sebrae RN pode ajudar! 

Contamos com um setor específico para atender demandas do Agronegócio, além de consultorias tecnológicas (Sebraetec) que oferecem suporte para tornar sua empresa mais tecnológica e competitiva. Para saber mais confira AQUI todas as nossas iniciativas exclusivas para o agronegócio. Você também pode solicitar atendimento comparecendo ao Sebrae mais próximo ou entrar em contato com nossos especialistas direto pelo Whatsapp. Será um prazer te atender!.

Compartilhe

Sobre o autor

Ana Débora

Ana Débora

Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, especialista em Gestão de Pessoas e Marketing. Atua na Unidade de Soluções e Relacionamento e é gestora das Mídias Sociais do Sebrae/RN.

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.